Você tem lavado as mãos da maneira errada a vida inteira


 

Seja em casa ou na escola, passamos por vários estágios de aprendizagem. Sejam eles educacionais, culturais, higiênicos ou de comportamento. A infância é o período mais importante da nossa vida, pois é o momento que todos esses ensinamentos nos são passados, influenciando diretamente nas escolhas que faremos, o que iremos nos tornar e a forma de vida que teremos.

Com o passar do tempo vamos distribuindo esses ensinamentos na nossa personalidade e no nosso dia a dia. Entretanto, conforme a idade vai chegando, vamos descobrindo junto com ela que há algumas mentirinhas nas informações que são passadas para nós durante a infância. Sendo elas históricas, culturais e até mesmo de práticas diárias que desempenhamos todos os dias.

Pensamos nisso, descobrimos que um dos nossos hábitos mais comuns, o famoso ato de higienizar as mãos, foi passado para nós de forma errada. Lembra da canção, que dizia: “Depois de brincar no chão de areia a tarde inteira, antes de comer, beber, lamber, pegar na mamadeira, lava uma mão, lava a outra mão…”?! A canção está certa, porém, é a forma de lavar que está errada. Pra dar uma pitada de nostalgia nesse assunto tão habitual, vai escutando a música enquanto a gente te ensina a forma certa de lavar as mãos:


Por que está errado?

Segundo os produtores da web-série  You’re Doing It Wrong (você está fazendo isso errado) que pesquisaram formas mais eficazes de lavar as mãos, o jeito no qual fomos educados para lavar as mãos não é nenhum pouco eficaz para a eliminação de germes presentes nas mãos e 95% de nós não sabe disso.

Enquanto um grande número de pessoas não usam sabonete para lavar as mãos, outra parcela maior ainda nem mesmo lava as mãos após usar o banheiro. O que é um hábito extremamente perigoso, pois uma grama de fezes humana pode chegar a conter um trilhão de germes.

Depois de muito se pesquisar sobre o assunto, descobriu-se que a grande maioria da população quando vai lavar as mãos concentram-se nas palmas e costas, enquanto ofoco deveria ser na ponta dos dedos, a parte que mantém mais contatos com objetos, e entre os dedos, o lugar que as bactérias se escondem, pois é pouco tocado na hora de higienizar as mãos. Além disso, também é importante dedicar no mínimo 20 segundos para a lavagem, em baixo de água corrente e sabonete.

Além da maneira que lavamos as mãos estar errada, a forma de enxugar também prejudica na eliminação dos germes. Uma mão úmida é ainda mais propensa a disseminação de germes do que uma seca, por isso é importante utilizar papel toalha na hora de enxugar. Secadores não são recomendados, pois não conseguem secar as mãos direito, deixando a pele propícia ao acúmulo de germes. Além disso, é importante a periodicidade do hábito.


Avalie este Artigo?

Mais pra voce!