Teste do BARBANTE mostra se você está realmente gorda


 

Até pouco tempo atrás, acreditava-se que o Índice de Massa Corpórea (IMC) era o meio mais eficiente de determinar se uma pessoa está ou não com sobrepeso e excesso de gordura no corpo. Obtido através da divisão do peso pela altura, o indicativo usa números de referência para determinar a situação do corpo, que poderia ser classificada como magreza, peso ideal, sobrepeso ou obesidade.


Porém, cientistas ingleses desenvolveram uma nova fórmula para calcular o excesso de gordura presente no corpo, especificamente aquela localizada na região abdominal, chamada gordura visceral, que é a mais perigosa para a saúde e está relacionada a problemas como diabetes, colesterol alto e doenças vasculares. Ela leva em consideração a altura comparada à circunferência abdominal, ao invés do peso.

Os estudiosos da Cass Business School da City University, em Londres, responsáveis pelo descobrimento do método, acreditam que, se os médicos levassem em consideração o índice altura-cintura ao invés do IMC, mais gente estaria enquadrada na categoria “obesidade”.

“As pessoas estão vivendo em falsa esperança se confiam no IMC. Nós precisamos medir a coisa certa”, afirmou a dra. Margaret Ashwell, uma das condutoras do estudo.


Avalie este Artigo?

Mais pra voce!