Resultado do Mega Hair


Há anos que as famosas nacionais e internacionais usam o aplique de cabelo como recurso para conquistar madeixas glamurosas e sexys. Porém, foi só nos últimos que a técnica começou a se popularizar entre as mulheres brasileiras, que viram no mega hair não só uma forma de incrementar o visual, como também uma solução para problemas estéticos, como a calvície feminina ou queda de cabelo.

Apesar de parecer promissória, a extensão capilar pode acarretar muitos problemas para a usuária, dependendo da técnica utilizada, do profissional que a aplica e dos cuidados diários. Um caso de mega hair que deu errado e que ficou mundialmente famoso foi o da modelo Naomi Campbell, adepta do procedimento há anos. Ela foi fotografada em mais de uma ocasião com pontos carecas visíveis na cabeça muito provavelmente devido a um problema conhecido como alopecia por tração, recorrente em usuárias de certos tipos de extensão.

Alopecia: como acontece

Segundo explica a cabeleireira e visagista Luciana Oliveira, as técnicas tradicionais de aplicação de mega hair (nó italiano e cola de queratina) exigem que o cabelo natural seja muito repuxado, fazendo com que o fio seja desprendido da raiz. “O fio de cabelo é ligado a vasos sanguíneos. Quando você puxa muito forte, ele se desprende. Rapidamente, o corpo cria defesas para garantir que aquela lesão cicatrize e forma a queloide, tampando o poro”, descreve. “Depois de fechado, é impossível reabrir o poro da cabeça ou implantar um novo fio de cabelo naquele lugar”, completa.


A profissional afirma que o problema é permanente e irreversível, e que, se não for tratado, pode levar à calvície feminina.

Captura de Tela 2015-06-02 às 20.40.22

Por Bolsa de Mulher


Avalie este Artigo?

Mais pra voce!