Pílula de comida imaginária


Depois de 20 anos de pesquisas, cientistas do Salk Institute, nos Estados Unidos, criaram a pílula da refeição imaginária. A substância fexaramina sacia o cérebro, faz emagrecer, regula o colesterol e reduz inflamações com eficácia nunca vista.

Liderados por Ronald Evans, diretor do Laboratório de Expressão Genética do Instituto Salk, dos Estados Unidos, um grupo de pesquisadores internacionais afirma ter descoberto o controle natural do apetite.

Como resultado da pesquisa de que ocuparam-se por mais de duas décadas, foi criada a substância fexaramida, imediatamente apelidada como “pílula de comida imaginária”.


Após ingerida, a fexaramida atua no cérebro para saciar a fome. Entre seus efeitos benefícios estão, ainda, o controle do colesterol e pressão sanguínea e a aceleração do metabolismo, o que faz o corpo queimar gorduras com maior eficiência.

O produto tem como diferencial sua atuação localizada no sistema digestivo, não penetrando na corrente sanguínea, o que reduz os efeitos colaterais.

Os resultados dos testes feitos com cobaias, e divulgados pela revista Nature Medicine, foram extremamente satisfatórios. O grupo agora espera para iniciar os testes em humanos.

Após 20 anos de pesquisas, Robert Evans promete revolucionar os métodos de emagrecimento


Avalie este Artigo?


Mais pra voce!