MAS O QUE ESTÁ FAZENDO? PASSANDO A BASE SOBRE A LARANJA? QUANDO VOCÊ ENTENDER A RAZÃO IRÁ FAZER A MESMA COISA!


 

O que acontece se você colocar a base sobre a casca de uma laranja? Não é apenas uma maneira de “maquiar uma fruta”, mas também permite que você entenda que os efeitos da maquiagem mudam de acordo com a composição e dependem também do instrumento que é usado para maquiar.

Por exemplo, se a base for simplesmente passada com os dedos, o efeito é o de uma parede pintada: a casca da laranja, e de consequência o rosto da pessoa, sendo completamente coberta pelo produto, com o risco de dar vida ao clássico efeito máscara de cera.

Se a base, no entanto, for salpicada com uma esponja, o efeito é ligeiramente melhor, mas existe um risco de que sobre a casca, e, de consequência, sobre o rosto, restem “buracos” ou áreas não cobertas.

Se a base, enfim, for aplicada com um pincel, o efeito é perfeito, uniforme e igual em todas as áreas da casca, e por isso do rosto.

Basicamente, você obtém um efeito mais uniforme e, portanto, mais agradável, e é precisamente por esta razão que para passar a base o meio ideal é justamente um pincel.


base-imagens

Este não é, contudo, o único conselho que vale a pena manter em mente quando se trata de base. Por exemplo, você poderia querer saber qual é o melhor produto para escolher. Normalmente, o tipo de base mais comum e mais difundido no mercado é o líquido, fornecido em um frasco de plástico ou de vidro ou num tubo: caracteriza-se por uma textura leve e uma boa cobertura.

A sua vantagem é a sua versatilidade, no sentido em que a base líquida pode ser adequada tanto para a pele oleosa que para a aquela seca, além da pele normal, dependendo da sua formulação e da sua capacidade de hidratar. Normalmente, este tipo de produto é aplicado com a ajuda de uma esponja de látex triangular, mas em alternativa pode-se usar um pincel com cerdas sintéticas.

base-capacta-em-po

Em adição à base líquida, há também que o creme compacto, o duocake, o que é menos comum, mas, na realidade, mais útil e mais eficiente: o mérito da sua consistência cremosa, que garante uma “opacidade” maior do que as outras bases.

Assim, um produto como este é perfeito em caso tenha que se lidar com diferencias crómaticas da pele do rosto. Abase em creme compacto pode ser fornecida em bastões, em frascos ou em pods, e propõe uma fórmula baseada na gordura: isso significa que não é muito adequada para aqueles que têm de lidar com um excesso de sebo ou com uma pele oleosa .Novamente, para aplicá-la você pode contar com esponja ou um pincel de base.

Finalmente, apresentamos o pancake, isto é, pó de base compacta, que pode ser empregada, molhada ou seca e que é formado a partir de pigmentos em pó prensados, na forma de bolacha. Em qualquer caso, o teste com a casca de laranja permite de entender como aplicar a base no rosto e qual ferramenta utilizar.


Avalie este Artigo?


Mais pra voce!