Empresa russa processa Gracyanne Barbosa por quebrar contrato e pede US$ 15 mil de volta


A modelo, atriz e dançarina brasileira, Gracyanne Barbosa, está sendo processada por empresários russos por não comparecer a trabalho em Moscou.

A modelo, atriz e dançarina brasileira Gracyanne Jacobina Barbosa Vieira é mais conhecida do grande público somente pelo nome Gracyanne Barbosa ou ainda, como a mulher do cantor Belo, tendo nascido na cidade de Campo Grande no Estado do Mato Grosso do Sul, no dia 20 de setembro de 1983, mas neste momento é ré de um processo jurídico que foi acionado a partir da capital da Rússia, Moscou.

Sim, Gracyanne conseguiu despertar a fúria de empresários russos, mais especificamente da empresa TTFY - Take Time For Yourself, cujo nome traduzido em versão livre é “Tire Tempo para Você Mesmo”, tudo porque a musa fitness do Brasil foi contratada em setembro de 2015 para ser a garota-propaganda oficial do grupo na feira internacional SN Pro Expo 2015 em Moscou e na ocasião, a mesma recebeu o valor de US$ 15 mil, que equivalia a aproximadamente R$ 65 mil no câmbio de outrora; entretanto, Gracyanne não só não viajou para fazer o trabalho pelo qual recebeu antecipadamente, bem como não devolveu o dinheiro aos russos.


Sendo assim, os empreendedores da Rússia decidiram por fim processar a modelo contratada e acionaram os serviços do advogado Caio Baros Ferraz de Oliveira para defender a causa em território nacional. Conforme explicações adicionais do jurista, no ano passado, a brasileira chegou a dar a desculpa de que a série de atentados terroristas promovido pelo EI – Estalo Islâmico, tendo a França como palco no dia 13 de novembro e também a hipótese veiculada pela imprensa da bomba encontrada no aeroporto de Londres, fizeram com que Gracyanne batesse o pé, falando terminantemente que não iria mais viajar para a Rússia para cumprir o compromisso profissional.

Outro motivo alegado por Barbosa para desistir da viagem foi a queda por explosão de um avião russo no Egito, sendo que a mulher até chegou a colocar no seu perfil oficial da rede social do Instagram, esse álibi pela sua não viagem.

Por outro lado, poucos dias depois, a modelo falou que iria fazer a feira e novamente no mês de novembro ocorreu outro problema, sendo que a empresa TTFY foi comunicada que Barbosa de novo não iria viajar porque a prima dela, que iria junto no voo, não chegou a tempo e sozinha a brasileira não iria. Tentando contornar esse outro problema, a empresa se comprometeu em disponibilizar por tempo integral, três seguranças para serem os acompanhantes da moça; porém, nem assim, Gracyanne viajou.

Os russos tentam reaver o dinheiro pago a modelo já por mais de um ano e Gracyanne só quer devolver parte do valor, uma vez que diz que gastou com os bilhetes aéreos. Enfim, o tempo revelará como a justiça brasileira se comporta diante do impasse internacional envolvendo a brasileira e os empresários moscovitas.


Avalie este Artigo?

Mais pra voce!