É possível estar menstruada e grávida ao mesmo tempo? Médica explica


Mulheres que desconfiam de uma gravidez e que mesmo assim menstruam: parece estranho, mas isso acontece frequentemente. No entanto, é importante ressaltar que o sangue expelido pelo corpo não é menstruação, e sim, um sangramento comum no início da gestação, denominado ameaça de aborto. Ou ainda, um pequeno sangramento de implantação, que acontece entre dez e quatorze dias depois da fecundação e não dura mais que dois ou três dias.

Pode ser aborto?

Segundo a ginecologista e obstetra Dra. Daniela Gouveia, apesar do nome envolvendo a palavra aborto, a condição não significa que a mulher está abortando: “Pode ser um deslocamento de placenta, um sangramento do colo do útero, alguma feridinha ou infecção, que tratando direitinho pode parar”. No entanto, a médica alerta que é preciso se consultar com o especialista caso haja sangramento durante a gravidez, para fazer exames e identificar de onde vem o problema. 

Como diferenciar o sangramento da menstruação?


De acordo com a ginecologista, o sangramento do início da gravidez vem em uma pequena quantidade, sendo muito menos intenso do que o da menstruação. Além disso, a característica do sangue, que não costuma ser percebido pelas mulheres, é sua cor, uma vez que ele é mais aguado.

A médica recomenda que redobre a atenção caso o sangramento tenha sido anormal, pois muitas mulheres acreditam que pode ser apenas uma menstruação incomum, quando na verdade já estão grávidas. “Se a menstruação foi ‘estranha’ e a mulher tiver outros sintomas, recomenda-se que ela faça o teste de gravidez”, sugere a especialista, que alerta ser essencial consultar um médico e informá-lo sobre qualquer anormalidade.

É possível sentir cólica na gravidez?

Algumas mulheres podem sentir cólica e estarem grávidas, segundo a ginecologista. Isso porque o útero fica destendido, dilatado e pode causar as dores. “A mulher pode confundir essa cólica com a cólica menstrual. Ela pode sentir nas duas ou três primeiras semanas da gestação”, explica. 

Dra. Daniela ressalta que é possível que a mulher não perceba que está gestante por causa desses sinais, mas só até os três primeiros meses, onde ela não percebe o crescimento da barriga. Mas a partir do quarto mês já é mais perceptível.


Avalie este Artigo?


Mais pra voce!