Costuma cruzar as pernas? Nem imagina os riscos que corre ao fazer isso!


 

Será que é mais saudável evitar cruzar as pernas?

Na lista de consequências de passar muito tempo nesta posição estão coisas como o aumento da tensão arterial, de varizes ou danos nos nervos, mas é preciso analisar com mais atenção, destaca a BBC.


As pessoas com alto risco de coágulos sanguíneos, por exemplo, são aconselhadas a não cruzar as pernas por longos períodos de tempo, porque ao impedir-se o fluxo do sangue, pode aumentar-se o risco de uma trombose venosa. A BBC decidiu analisar alguns fatores que podem explicar algumas consequências desta posição:

Problemas nos nervos. Se passar muito tempo sentado na mesma posição, ao cruzar as pernas pode estar colocando pressão sobre o nervo fibular (situado atrás do joelho), provocando a sensação de dormência nas pernas e nos pés. Depois de várias horas, esta posição pode provocar a paralisia do nervo, impedindo-o temporariamente de levantar a parte frontal do pé e os dedos.

Aumento da tensão arterial. Cruzar as pernas pode levar ao aumento temporário da tensão arterial. Isto é explicado pelo fato de, ao colocar um joelho sobre o outro, se impulsione a emissão de sangue das pernas até ao peito, fazendo com que mais sangue seja bombeado pelo coração e, consequentemente, aumentando a tensão arterial.

Agravamento das varizes. Apesar de cruzar as pernas não estar relacionado com a origem das varizes, esta postura favorece o seu agravamento.


Avalie este Artigo?

Mais pra voce!