Cera de depilação pode transmitir doenças; saiba preveni-las


Reaproveitar cera é algo que não se deve fazer em hipótese alguma. Quando profissionais do ramo de beleza resolvem fazer o que não é certo em nome da economia, deixam de lado a higiene e, acima de tudo, aumentam os riscos de transmissão de doenças. O descarte é pré-requisito, pois a cera pode ser um meio fácil de contaminação e, mesmo aquecida em altas temperaturas, ainda pode conter vestígios de pelos, bactérias, vírus e fungos.

Depilação pode causar doenças?

Se a cera for reutilizada, a depilação pode sim ser um meio propício para a transmissão de doenças. Segundo o ginecologista Daniel Luchesi, as principais doenças são as de pele, como as micoses (que são infecções causadas por fungos). Mas também há risco de infecções bacterianas (podendo causar furunculose e acúmulo de pus no tecido), hepatite e até HPV.

Apesar da grande maioria das bactérias não suportar temperaturas acima de 100º C, é necessário que a cera seja submetida por mais de duas horas a esse procedimento, avisa o especialista da Clínica Livon, Joinville (SC). “A temperatura da cera quente quando utilizada é de 38ºC, portanto não está livre de contaminação. O ideal seria desprezar a cera já utilizada”, afirma.

No caso de HPV, o risco é maior, pois o vírus responsável pela doença é resistente a determinados ambientes e temperaturas, mesmo que elevadas.

A espátula ou o “pauzinho” que as depiladoras usam, também é um detalhe que deve ser observado. Caso não seja descartado ou tenha sido mal esterilizado, esse objeto pode ser um meio de contágio à medida que entre em contato com ceras contaminadas. “Para minimizar os riscos de contaminação é necessário que todos os materiais utilizados sejam descartáveis”, avisa Luchesi.

Como evitar doenças 


  •  Pergunte sobre a cera e fique atenta a higiene do local
  •  O lençol de papel da maca deve ser trocado a casa uso
  • O uso de luvas é importante
  • Utilize espátula descartável
  • Descarte a cera após o uso
  • Evite pinças
  • Uma boa opção é ter um kit pessoal


Avalie este Artigo?

Mais pra voce!