10 novelas que realmente valem a pena ver de novo


 

"Cheias de Charme", sucesso de 2012, volta para a tela da Globo a partir de setembro. o/ Muito querida pelo público, a trama foi um grande hit quando exibida e promete repetir o mesmo feito.

Pensando nisso, a gente, aqui do M/Trends, resolveu listar quais as tramas recentes que também merecem um repeteco no "Vale a Pena Ver De Novo". Algumas, é verdade, até já apareceram nessa faixa dedicada às reprises, mas são tão maravilhosas que não podiam deixar de estar aqui.

Vem ver!

1. Celebridade (2003)

TV Globo/ Divulgação

Ei, dá para acreditar que a trama de ascensão e queda de Laura Prudente da Costa (Cláudia Abreu) NUNCA foi reexibida? Grande vilã, a "cachorra", como era chamada pelo fiel escudeiro Marcos (Marcio Garcia), fez Maria Clara Diniz (Malu Mader) sofrer feito um cão e, de quebra, deixou o público vidrado no plano dela de conseguir fama e dinheiro a todo custo. Cenas como esta, na qual ela leva uma surra da mocinha, entraram para a história da TV e ajudaram a novela a ser uma das mais bem-sucedidas do horário das 9, alcançando pico de 58 pontos de audiência - feito e tanto. Além da trama, mais atual do que nunca, personagens como Darlene (Deborah Secco),Jaqueline Joy (primeiro papel de destaque de Juliana Paes) e Renato Mendes (Fábio Assunção) são tão inesquecíveis que merecem destaque novamente. Um clássico!

2. Cordel Encantado (2011)

TV Globo/ Divulgação

A Globo espera apenas uma coisa de uma novela: sucesso de público. Claro, se cair no gosto da crítica, melhor! E foi exatamente o que aconteceu em "Cordel Encantado", novela das 6 exibida em 2011. Protagonizada por Bianca Bin (Açucena / Princesa-Herdeira Aurora de Seráfia do Norte)Cauã Reymond (Jesuíno) e Bruno Gagliasso (Timóteo), a trama misturou de um jeito único e bem-sucedido literatura de cordel, conto de fadas e referências pop. É aquela novela que dá gosto de ver e, melhor: faz você torcer pela mocinha. Todo mundo só queria ver Açucena reconquistando o reino que sempre foi dela por direito. Absurdo ainda não ter acontecido uma reprise, não?

3. Chocolate com Pimenta (2003)

TV Globo/ Divulgação

Talvez, em 2016, a história do patinho feio se transformando em cisne não tenha tanto apelo. Porém, "Chocolate com Pimenta" era muito mais do queAninha (Mariana Ximenes) ganhando um concurso de beleza, era a jornada de amadurecimento de uma garota que há muito tempo sofria nas mãos de gente inescrupulosa. E ela venceu! É impossível não se apaixonar por uma trama como essa, principalmente, bem contada do jeito que foi! O núcleo caipira, uma das marcas de Walcyr Carrasco, também brilhou! Ponto para as excelentes atuações de Osmar Prado (tio Margarido), Marcello Novaes (Timoteo), Laura Cardoso (Carmem) e, principalmente, Drica Moraes, intérprete da Márcia ("eu sou chique, bem"!). Foi exibida duas vezes no "Vale a Pena Ver de Novo".

4. Avenida Brasil (2012)

TV Globo/ Divulgação

A trama de maior repercussão da Globo dos últimos anos não merecia ser *só* reprisada, não, merecia ser exibida para sempre. Sério, a história de vingança daNina (Débora Falabella) contra a maravilhosa Carminha (Adriana Esteves em atuação inesquecível) parou o Brasil. Muito mais do que isso: o ritmo de cada capítulo era eletrizante e praticamente todos os personagens tinham carisma e apelo com a audiência. Destaque para a família inteira deTufão (Murilo Benício), Suellen (Isis Valverde) e, claro, Nilo (José de Abreu) e a incomparável Mãe Lucinda (Vera Holtz). Precisa urgentemente voltar, quer dizer, por que não fazem mais novelas como essa? rs

5. Um Anjo Caiu do Céu (2001)


TV Globo/ Divulgação

Diferente da maioria das novelas desta lista, "Um Anjo Caiu do Céu" não foi assim um graaande sucesso de audiência, cumpriu seu papel de elevar os números da Globo após o fiasco de "Filhas da Mãe". Divertida, narrava as aventuras do anjo Rafael (Caio Blat), ao lado de João Medeiros (Tarcísio Meira), fotógrafo que, ao descobrir ter apenas seis meses de vida, precisa reparar alguns grandes erros. Destaque para atuação da quase estreante Debora Falabella, intérprete da Cuca, e para a vilã Laila, vivida perfeitamente por Christiane Torloni. Leve e despretensiosa, a trama curiosamente nunca voltou para a telinha da emissora carioca.

6. Alma Gêmea (2005)

TV Globo/ Divulgação

Maior novela das 6 da década de 2000, "Alma Gêmea" é fruto de uma fórmula da qual Walcyr Carrasco domina muito bem: vilã carismática + história emocionante + núcleo caipira. Sério, muito feliz na decisão de abordar o espiritismo, o autor fez o público se encantar pela história de amor que atravessou outras vidas de Luna (Liliana Castro) e Rafael (Eduardo Moscovis). Destaque para a antológica atuação de Flávia Alessandra(impossível esquecer disto), como Cristina, e para Ana Lúcia Torre, intérprete da vilã Débora ela faz sucesso até os dias de hoje com os memes que relembram grandes momentos da personagem. Nas duas vezes que foi reprisada pelo "Vale a Pena Ver de Novo", conquistou bons índices de audiência.

7. O Cravo e a Rosa (2000)

TV Globo/ Divulgação

" O Cravo e a Rosa" é quase como o seriado "Chaves": você nunca cansa de assistir. A trama, é verdade, já foi exibida duas vezes no "Vale a Pena a Ver Novo", mas magicamente nunca vai ficar velha. Walcyr Carrasco conseguiu colocar humor, drama e romance na medida certa e era impossível não torcer pelo amor ~bandido~ de Catarina (Adriana Esteves) e Petruchio (Eduardo Moscovis). Resultado? Um estrondoso sucesso sempre que aparece na telinha da Globo.

8. Da Cor do Pecado (2004)

TV Globo/ Divulgação

Histórica, por colocar pela primeira vez uma negra como protagonista, "Da Cor do Pecado" foi um estrondoso sucesso - é, aliás, a trama mais assistida do horário das 7 nos anos 2000! Primeira novela de João Emanuel Carneiro na Globo, foi uma delícia a acompanhar! Bem construída, Preta (Tais Araújo) era muito mais do que aquela mocinha clichê, ou melhor: era uma "mulher faca-na-bota"! Batalhadora, como tantas outras brasileiras, criou sozinha o filho e lutou muito para vencer na vida. Vítima das artimanhas da Bárbara (Giovanna Antonelli em um dos melhores momentos da carreira), penou até, finalmente, encontrar a felicidade ~eterna~ junto do Paco (Reynaldo Gianecchini). Saudades da família Sardinha! <3

9. Senhora do Destino (2004)

TV Globo/ Divulgação

Duas palavras: Nazaré Tedesco! Mas, vai, mesmo a vilã de Renata Sorrahtendo conquistado merecidamente o destaque da novela, "Senhora do Destino" foi bem além! Trouxe Aguinaldo Silva na melhor forma (com um texto crítico, afiado e atual), um elenco de peso, capitaneado por Susana Vieira (Maria do Carmo), José Wilker (Giovanni) e Carolina Dieckmann (Bel/ Lindalva)e, lógico, aquela história emocionante que todo mundo (sério, todo mundo mesmo!), assistiu. Por mais cenas como esta!

10. A Favorita (2008)

TV Globo/ Divulgação

Só pelo momento antológico no qual Flora (Patrícia Pillar) canta "Beijinho Doce", "A Favorita" já merecia ser reprisada. Mas a novela foi boa por não ser óbvia: demorou mostrar quem era a verdadeira vilã e isso, no começo, fez a trama penar para conquistar altos índices de audiência. Algo superado, tão logo Donatella (Claudia Raia) foi apresentada como a grande mocinha e deu início à briga de gato e rato das personagens principais. Volta, Faísca & Espoleta!


Avalie este Artigo?


Mais pra voce!