10 dilemas que toda mulher de seios grandes sofre


Um dos maiores alvos de beleza dos últimos tempos são os seios grandes e muitas das mulheres que não nasceram agraciadas com estes atributos se dispõem a investir muito dinheiro em uma cirurgia para alcançar os tão desejos seios fartos.

Já as mulheres que naturalmente tem essa característica e que tem tendência a engordar na parte superior do corpo, os seios são os primeiros a denunciar o aumento de peso. Nos dias da famosa Tensão Pré Menstrual, o inchaço dos seios pode deixá-los ainda maiores.

Apesar de todas as vantagens dos seios fartos e de ser uma constante busca de muitas mulheres, o tamanho e formato dos seios podem criar alguns obstáculos no dia a dia que envolvem desde a escolha da roupa íntima, do decote e até da roupa de banho.

1. Encontrar sutiãs adequados ao corpo

Comprar roupa intima se torna um desafio para as mulheres que tem seios grandes. O mercado brasileiro ainda não produz sutiãs que tenham medidas adaptáveis para o tamanho do tórax e separadamente para os seios em si.

Portanto, é muito comum que o sutiã aperte nas costas ou que fique pequeno na “taça”, algumas vezes proporcionando momentos desconfortáveis, como dores e marcas fortes do sutiã na pele.

2. Roupas que não permitem uso de sutiã

Em um evento especial existem inúmeros modelos de vestidos disponíveis no mercado, porém a grande maioria vem acompanhada de decotes profundos na frente e nas costas, bem como os populares tomara que caia. Todos estes modelos não permitem o uso de um sutiã normal e às vezes exigem sutiãs invisíveis, que não proporcionam a sustentação necessária para os seios avantajados.

Sendo assim, algumas mulheres ficam muito limitadas na escolha do vestido e muitas vezes se vêem obrigadas a optar por modelos que não proporcionam a sensualidade que elas pretendiam causar com o modelo escolhido, por encontrarem opções de vestidos mais fechadas na parte de cima.

3. Encontrar o maiô ou biquíni adequado

Os problemas para encontrar a peça de banho adequada são semelhantes aos problemas para encontrar a melhor peça intima. Muitas marcas brasileiras não fazem modelos que priorizam o busto, focando a atenção geralmente na parte de baixo do biquíni.

Assim se torna uma verdadeira batalha encontrar um biquíni que dê a sustentação necessária para os seios e os favoreça, que eles não pareçam caídos e que não aperte gordurinhas indesejadas das costas.

4. Fazer movimentos bruscos

Correr e descer escada podem ser momentos de constrangimento para as portadoras de seios grandes. Quando o corpo está em movimento é como se os seios ganhassem vida própria, que é evidenciada pelos sutiãs ou tops que não são tão ajustados ao corpo.

A mesma sensação pode ser vivenciada quando o carro passa por uma rua com muitos buracos. Nessas situações muitas mulheres acabam recorrendo ao uso de 2 tops, um por cima do outro, em busca de manter os seios mais seguros e próximos ao corpo.

5. Dormir de bruços

Além de todas as outras limitações sofridas pelas mulheres de seios grandes, essa limitação também chega à posição para dormir. Dormir de bruços pode não ser uma boa opção, pois os seios ficam pressionados chegando a causar dor e inchaço no dia seguinte de uma noite de sono.


Portanto, acaba sendo mais seguro e cômodo dormir de lado ou com a barriga para cima. O período menstrual aumenta sensibilidade dos seios muitas vezes os deixando doloridos, sendo necessário evitar o atrito direto desta parte do corpo com o colchão.

6. Escolher o melhor decote

Uma peça de roupa com decote pode valorizar os seios e todo o corpo da mulher. Mas quando os seios são grandes é preciso maior dedicação na hora da escolha do decote que se encaixa melhor ao tipo de seio e de corpo da mulher. Tanto o excesso de decote como a falta dele podem prejudicar o resultado final do look.

Alguns modelos podem pressionar muito os seios e causar uma impressão de serem ainda maiores, proporcionando uma estética de encurtamento do tórax. Já os modelos sem nenhum decote podem achatar a parte superior do corpo, deixando-a em grande desigualdade com a parte debaixo.

7. Blusas de botões

A camisa é uma peça de roupa muito adotada no guarda roupa feminino, principalmente para os looks de trabalho. Porém, a peça também oferece algumas adversidades para as mulheres de seios fartos.

É muito que comum que fique uma abertura entre um botão e outro, mostrando mais do que o desejado. Nesses casos, muitas mulheres recorrem a alfinetes para manter o tecido da peça no lugar e não mostrar demais.

8. Bolsas com alça transversal

A bolsa com alça transversal é uma alternativa prática para o dia a dia. Porém pode afetar as mulheres que tem seios grandes, e se você costuma usar uma bolsa muito pesada, a alça da bolsa pode pressionar os seios deixando a região dolorida.

A combinação da alça transversal com decote também pode ser uma armadilha. Ao somar esses dois elementos, a bolsa pode levar o tecido da blusa para baixo e os seios podem ficar mais expostos que o pretendido.

9. Machucados causados por sutiã

Devido ao peso do seio, a alça do sutiã fica sobrecarregada, muitas vezes chegando a machucar a pele do ombro, sem contar os machucados na parte das costas. É comum que a região fique avermelhada e até mesmo chegue a cortar a pele.

Algumas empresas já desenvolveram produtos para amenizar esse problema – os adaptadores de borracha para encaixar na alça que diminuem o contato da alça fina com o corpo, prevenindo machucados.

10. Suor embaixo dos seios

A famigerada “pizza” de suor nas axilas ganhou uma nova versão: a “pizza” de seios! Nos dias de calor intenso, esse é um risco que as mulheres bem providas de seios correm, ainda mais se essa soma conter um elemento chamado exercício físico.

A dica para evitar este tipo de dilema é sempre optar por ambientes mais ventilados, evitar tecidos sintéticos e sempre que possível escolher peças de roupa de tecidos de algodão que aquecem menos em contato com o corpo e deixam a pele respirar.

Sendo os seios naturais ou fruto de uma cirurgia estética, sempre haverá uma forma de valorizá-los e de superar as adversidades. O importante é se aceitar e sempre encontrar uma forma de usar suas características a seu favor. Vale a pena também investir em bons sutiãs para que você tenha mais conforto e que a saúde das suas costas não seja prejudicada.


Avalie este Artigo?


Mais pra voce!